Fala Professor! Um bate-papo pingue-pongue com os mestres da ABEU Colégios

Professora Paula Fuly

Paula Fuly

Professora de Inglês da unidade Nova Iguaçu

Ela ingressou na ABEU Colégios em 2014. De lá para cá, a professora Paula vem marcando o seu nome na história do Colégio. Graças ao carisma e a sua dedicação em ensinar, ela foi conquistando o coração dos alunos da ABEU Colégios Nova Iguaçu.

Vamos saber um pouco mais sobre ela?

1) Quando você começou a trabalhar na ABEU? Conte um pouco da sua história com a instituição.

Ingressei no ABEU – Colégios no mês de novembro do ano de 2014, após um criterioso processo seletivo composto por três etapas (prova, entrevista e aula expositiva). Fiquei muito feliz em ter sido selecionada!  Sinto-me realizada em exercer a minha vocação como educadora numa instituição acolhedora e inclusiva, que valoriza e reconhece os seus profissionais, que motiva os alunos a sonhar e construir o seu futuro, em um ambiente harmonioso e fraterno.

2) Qual é a sua formação?

Sou pós-graduada em Educação Inclusiva e Arteterapia na Educação e Saúde, possuo a graduação em Licenciatura Plena em Língua Portuguesa e Língua Estrangeira com habilitação em Inglês.

3) Sua data de nascimento.

Sou natural do Rio de Janeiro, nascida em 08 de junho de 1975.

4) Mora em qual cidade?

Resido na cidade de Nova Iguaçu.

5) Uma mania.

Adoro colecionar embalagens (bolsas e sacolas) de presentes.

6) Um ídolo?

Jesus Cristo

7) Um prato preferido?

Culinária italiana (massas em geral)

8) Um livro marcante?

Uma vida sem limites - de Nick Vujicic

9) Uma Música?

I’m yours - de Jason Mraz

10) Um cantor(a)?

Jason Mraz e Eyshila

11) Uma qualidade sua?

Ser solidária e prestativa em ajudar ao próximo

12) O que precisa melhorar?

A minha relação com o tempo e o mundo atual, principalmente quanto à gestão do tempo e sua relação com a vida e o cotidiano.

13) Se não fosse professora o que seria?

Certamente uma excelente psicóloga. kkk

14) Seu maior sonho?

Viver num mundo com justiça social, onde as pessoas tivessem as mesmas oportunidades e fossem tratados com equidade e respeito; sem distinção de raça, sexo, credo ou posição social.

Comentários

comentários